terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Minha primeira vez...

e segunda também!!!

Ao sair de férias decidi fazer um check up. Ir ao médico e fazer alguns exames.
Nada demais, não fosse a pergunta da secretária. Sim, uma pergunta enfadonha, sem nenhum aviso prévio ou até mesmo um sorriso. Fez as de sempre, nome, idade, endereço e eis que veio ela - Aline tua profissão?
Confesso, titubiei, fiquei segundos pensando. Era minha primeira vez! Era a primeira vez que me perguntavam depois de formada. Fiquei confusa, mas a secretária nada percebeu e somente aguardou minha resposta. Respondi: - JORNALISTA. Jornalista de formação. Vi ela escrever sem nenhum problema e sem nenhum questionamento. Acho que esperava um parabéns, ou até mesmo um "que legal", mas nada. Sei que se formar foi importante para mim e os que me cercam e que me conhecem, mas não posso negar que esperei palavras de congratulações.
Mas tudo bem, deu baita orgulho em responder.
Assim, sai eu da minha primeira vez, confusa e orgulhosa, com medo e coragem. Um misto de sentimentos.
E eis que na mesma semana tive minha segunda vez. Dessa vez um pouco diferente, mas com a mesma finalidade.
A pergunta foi: - Escolaridade?
A resposta: - Terceiro grau completo. Ressalvo que dito com muito prazer e um largo sorriso.
Acredito estar "pegando" gosto em ressaltar meus estudos...rs

Beijos e até mais

4 comentários:

Ao vento disse...

Amigaaa
Sucesso nessa nova etapa.
E jornalista por formação e com muito orgulho!
Bjus

Alexandre Correia disse...

Olá Aline,

Bem sei que nunca respondeu, mas continuo curioso de saber como vão seus planos de trabalho. Como jornalista, claro...

Beijo,

Alexandre Correia

Aline disse...

Alex querido

tentei publicar no seu blog...infelizmente meu comentário não fora aceito.
Digo-lhe que ando naquela fase de uma não saber sabendo, não querer querendo.
Vou estudar inglês! e também envio curriculo para todos os lados...hehehe

beijos

Alexandre Correia disse...

Oi Aline,

Agora sim, eu vi sua resposta.
E fico torcendo para você encontrar logo uma colocação como jornalista. Mas você não só deve aprender inglês, como eu espero que você fale muito bem espanhol. Afinal, o Brasil está praticamente rodeado por países hispânicos, sobretudo aí no sul...
Se eu não falasse línguas, minha vida seria totalmente diferente. Jamais teria conseguido comunicar nas viagens que tenho feito (em Dezembro, por exemplo, dei uma volta enorme pela Argentina e Chile... e no regresso estive quase para ir conhecer Porto Alegre), nem nunca poderia contar muitas das histórias que conto...

Beijo grande,

Alexandre

PS - E não se limite a mandar currículos. Tenha ideias e lute para apresentá-las. Foi assim que eu arrumei meu primeiro trabalho num jornal. Há 30 anos. Eu só tinha...15 anos.

PS - Se alguma vez precisar contactar, anote meu email e depois apague daqui: asviagensdealex@gmail.com